Topo
Fernando Gomes

Fernando Gomes

Categorias

Histórico

Estafa mental: o cérebro realmente se cansa e isso faz mal

Fernando Gomes

27/09/2019 04h00

Crédito: iStock

Tenho certeza que você, em alguma vez na vida, já experimentou a sensação de cansaço mental. Parece realmente que não conseguimos mais pensar e nem fazer nada. É como se o nosso cérebro estivesse exausto, e é bem isso mesmo que acontece.

É que quando os lobos frontais são usados em excesso eles entram em processo de esgotamento e então é preciso parar, relaxar e descansar o cérebro. Assim como o lado físico, o mental também precisa de um pouco de ócio e repouso.

Os sintomas para poder identificar a estafa mental são os mais variados: dor de cabeça, tonturas, tremores, falta de ar, oscilações de humor, distúrbios do sono, dificuldade de concentração e até problemas digestivos. E tudo isso ainda sob pena de perda de memória e déficit de atenção e aprendizagem, já que quando o cérebro atinge a estafa é porque não estamos conseguindo dividir nossa atenção para todos os pontos.

Funciona mais ou menos como uma estrela em que todas as pontas precisam ser iguais. É muito importante expandir e equilibrar a vida pessoal, emocional, conjugal, financeira, familiar, profissional e sobretudo, separar um tempo para o lazer. E essa equação tem que ser diária.

Por isso que cultivar o ócio é fundamental. Nosso cérebro não foi feito para raciocinar e se concentrar 100% do tempo. No mínimo, é preciso manter algumas horas por dia sem pensar no trabalho, sem fazer contas, sem se preocupar com um parente doente e executar atividades que proporcionem prazer como um exercício físico, que libera endorfinas e serotonina (e não vale aquele feito apenas pela "obrigação" de manter o corpo escultural). Um programa de TV ou um passeio que saia da rotina já elimina da nossa mente a carga da obrigatoriedade e consequentemente ajuda a cumprir as próximas tarefas com mais facilidade.

Além de comprometer o desempenho na rotina diária, a estafa mental pode ainda desencadear doenças como depressão, hipertensão, fobias, ansiedade, enfraquecimento do sistema imunológico e até problemas cardíacos e gastrointestinais.

Esses e outros males modernos muitas vezes são frutos das alterações do sistema nervoso central que ocorrem em função do excesso de responsabilidades e tensões acumuladas que provocam um desgaste metabólico e mental muito grande. Os trabalhadores compulsivos, os famosos workaholics são os que mais precisam se cuidar já que as cobranças com eles mesmos aumentam a propensão de desencadearam a estafa.

Eu tenho ainda algumas dicas que podem ajudar a evitar a estafa:

  • mantenha o foco naquilo que está fazendo naquele momento;
  • após executar uma tarefa, tire-a da sua frente e vire essa página;
  • não leve problemas para o quarto, feche a porta e deixe-os para fora concentrando-se apenas em repousar;
  • desligue aparelhos eletrônicos pelo menos por 8 horas ao dia, e aos finais de semana;
  • cultive o contato com a natureza;
  • não se cobre tanto, nada importa mais do que o seu próprio bem estar;
  • não hesite em procurar apoio da psicologia para obter orientações personalizadas para adequação do estilo de vida

SAIBA MAIS

Lianov LS, Fredrickson BL, Barron C, Krishnaswami J, Wallace A. Positive Psychology in Lifestyle Medicine and Health Care: Strategies for Implementation.
Am J Lifestyle Med. 2019 Apr 18;13(5):480-486.

Sobre o Autor

Fernando Gomes é neurocirurgião e neurocientista, graduado em medicina pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo). Concluiu Residência Médica em neurologia e neurocirurgia no HC (Hospital das Clínicas) da FMUSP e possui título de especialista em neurocirurgia pela SBN (Sociedade Brasileira de Neurocirurgia). É pós-graduado em neurocirurgia pediátrica pela World Federation of Neurosurgical Societies, doutor em neurotraumatologia experimental pela FMUSP e professor livre-docente pela disciplina de neurocirurgia da FMUSP. Autor de 8 livros ligados à medicina e ao comportamento humano, consultor e apresentador do quadro “E agora, doutor?” do programa “Aqui na Band” da Rede Bandeirantes de Televisão.

Sobre o Blog

Com temas ligados a medicina e a neurociência, esse espaço é dedicado a viajar pelo cérebro humano e desvendar os mistérios da mente. Com explicações simples e embasadas cientificamente, por aqui é possível passear pela maior e mais poderosa máquina que mora dentro da cabeça de todos os seres humanos. E, ao desvendar os aspectos físicos e comportamentais das habilidades, emoções e necessidades do comportamento humano fica mais fácil aplicar técnicas e novos hábitos para que rotina seja leve, saudável e prazerosa e turbinada em todos os aspectos.

Fernando Gomes